Fácil Gestão do Ombudsman: monitore os tempos de resposta em tempo real.




Em qualquer Ouvidoria bem estruturada, é comum o profissional ter que coletar dados, enviar relatórios e outras ações que exigem prazos internos bem definidos. O problema é que essas tarefas tornam-se muito mais difíceis quando as Ouvidorias nem conseguem acompanhar os prazos de atendimento às manifestações externas.

Afinal, essa é uma atividade fundamental no setor, pois os manifestantes precisam ter o retorno de suas demandas em um determinado prazo. E em muitos casos, a gestão da Ouvidoria tem alguns problemas nesse sentido, seja pela falta de feedback dos encaminhamentos feitos internamente ou mesmo pela falta de prazos pré-determinados.

Neste texto, falaremos um pouco mais sobre a importância do monitoramento dos prazos e seus impactos na gestão. Além disso, traremos algumas dicas e orientações para que você possa administrar esse aspecto com mais facilidade. Verificação de saída!


Prazos para resposta na Ouvidoria


A Ouvidoria é um setor essencial nas empresas que desejam aprimorar seus processos, produtos e serviços. Afinal, é ela quem vai receber as manifestações dos cidadãos-clientes que podem não ter sido resolvidas pelo Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC), vai registrar a demanda e repassar o que foi denunciado aos responsáveis.

A partir daí, a Ouvidoria pode identificar a natureza dos eventos que são mais frequentes e que requerem soluções, apresentando esses problemas aos gestores.

Feito isso, os dirigentes das áreas afetadas podem implementar ações corretivas e, consequentemente, reduzir a recorrência desse tipo de manifestação, causando resultados positivos na atuação da gestão da Ouvidoria e também da instituição.

E como em qualquer setor, é preciso ser eficiente nas atividades para trazer impactos positivos para a empresa. Numa boa gestão da Ouvidoria, monitorar o prazo de resposta é uma delas, até porque não existe o conceito de Ouvidoria sem a definição de prazos de resposta ao cidadão-cliente.